Para que tanta ganância?

Confesso que me esforço para enxergar o mundo com o mesmo olhar do guri pobre lá do interior e, por isso, custa-me a acreditar em tanta coisa que  ouço e vejo.

Essa corrupção desenfreada, por exemplo. Vejo tantos empresários sendo presos,  acusados de lavagem de dinheiro, pagamento de propina, peculato, superfaturamento em obras, etc, palavras que só incorporei no meu vocabulário recentemente. Se já existiam nos meus tempos piá eu não as conhecia.

Naquela época, havia muito ladrãozinho de galinha, ou de ovelha, às vezes, de gado bovino. Quando a polícia os prendia, iam para trás das grades ou botavam a arrancar guanxuma com as mãos ensebadas. Diziam que roubavam para matar a fome, o problema era estritamente social.

Certa feita, os ladrões roubaram dois carneiros de uma fazenda, carregando-os, depois de abatidos de madrugada sobre  lombos de cavalo. A polícia prendeu os indivíduos e mandou chamar o fazendeiro, perguntando a ele se pretendia alguma coisa a mais, além da prisão dos ladrões.

O fazendeiro, então, pediu ao delegado para dar um laçaço de relho transado em cada um deles, o que acabou fazendo, deixando marcas no lombo dos presos. Naquele tempo, ladrão pobre sofria e apodrecia na cadeia, sem ter ninguém a quem recorrer.

Outra coisa: roubar ou furtar era feio. Certo dia, eu fui tentado pelo capeta a furtar uma melancia da lavoura do Mulato. Hoje, ele está no céu e garanto que não sabe disso, mas eu ainda tenho esse problema de consciência.

Hoje, os caras desviam ou roubam bilhões, como no caso da Petrobrás e, quando são presos, acenam com a maior cara-de-pau para as câmeras de televisão, isso sem falar naquela “mordomia” de “prisão domiciliar”. Roubar uma galinha para matar a fome até se justifica pela necessidade de sobrevivência.

Então, fica a pergunta: roubar bilhões para quê, se a vida é breve, mas plena de belezas que o vil metal não pode comprar, como  a amizade, a felicidade, a sabedoria, o amor?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: