Metodologia

Eu procuro postar matérias da imprensa local e internacional, restritas à manchete e ao lead, que formam a macroestrutura semântica da notícia de jornal.

Em línguas neolatinas, como espanhol, francês e italino, costumo publicá-los no original devido à proximidade com o português, mas para os textos  alemão, inglês e outras línguas, uso o translator. As traduções pelo computador nem sempre ficam boas, então procuro melhorá-las.

É interessante o leitor desenvolver a habilidade de ler em língua estrangeira. Em pouco tempo, você desenvolve cera de dezoito estratégias de leitura que facilitam essa tarefa.

Em termos de vocabulário, há muitos termos de origem grega e latina que são praticamente os mesmo em qualquer língua, por exemplo: musculum (latim), músculo (português e espanhol), moscolo (italiano), muscle (inglês), Muskle (alemão) etc.

Nos textos em português, eu costumo usar uma linguagem informal. Este blog mão tem nenhuma pretensão acadêmica, mas gosto de priorizar a clareza, que eu considero a mais importante qualidade de um texto (com exceção do poético).

Cometo muitos deslizes na escrita como não destacar as palavras estrangeiras no texto ou não observar devidamente os acordos ortográficos: às vezes, escrevo”pára-raio” outras “pararraio”. Melhor que o meu pai, que dizia e escrevia “mandado”.

Outra coisa: quando os acessos entram em queda (como agora), eu costumo postar foto de mulher pelada. Isso sempre aumenta o número de visitantes.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: