Habemus advocatum

O latinismo do título significa “temos advogado” e o encontrei no Facebook, postado por alguém da família Adede y Castro, que é meu amigo na rede social.

O latim era a  língua do Império Romano que deu origem às atuais neolatinas como a portuguesa, a espanhola, a francesa, a italiana e a romena, entre outras já desaparecidas. Essas são línguas irmãs estruturalmente muito semelhantes. No contato com outros povos, o latim foi se modificando, como acontece com o português do Brasil, que recebe influências indígenas, africanas e de estrangeiras modernas.

O latim clássico (e também o eclesiático) é sintético e declinado, as línguas neolatinas são todas analíticas. Exemplos: Intelligentia pauca = Para pessoas inteligentes poucas palavras bastam. ) latim é a maior fonte do nosso léxico.

Antigamente, os advogados estudavam 7 semestres da língua de Cícero. Herdamos do Império Romano não só a “Última flor do Lácio”, mas também as bases do Direito. Os meus professores de latim eram todos advogados. Eu sou do tempo da missa em latim e finalizo dizendo aos amigos do Face: Dominus vobiscum!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: