Plantando mandioca

Um dos sonhos da minha Patroa é comprar uma chácara ao sopé do morro aqui em Santa Maria e plantar uma lavoura de mandioca. Ela disse que lá, tirando as jararacas, é o melhor lugar para viver. (Adora um cozido de mandioca com espinhaço de ovelha, um prato quente para o inverno).

Diante de tal aspiração, resolvi perguntar a ela: “Tu sabes plantar mandioca, no bom sentido?”

Respondeu: “Não”.

“Foi aí que eu dei a minha aula. Agora, não é mais tempo de plantar, mas perto de colher. Em maio, elas estão maduras. Planta-se no início do verão.

Plantar mandioca tem uma “ciência”. Tu tens que preparar a muda cortando a rama ou caule e protegendo-o da geada, deixando apenas  o toco com as raízes no solo. As ramas devem ficar cobertas ou guardadas em galpão.

Quando fores plantar, corte as ramas (os caules) em pequenos pedaços, com três daquelas gemas, parecidas com “mamicas de cadela” que irão brotar depois.

Prepara a terra e faz as covas, colocando uma muda em cada uma. Antes de cobri-las com terra, eu costumava  botar um punhado de adubo e pressionar um pouco as mudas com o pé.

Dica importante: em terreno inclinado, deves colocar as mudas com a ponta para o lado de cima do morro. Assim, as raízes se desenvolverão acompanhando a inclinação do terreno.

Para colhê-la, pegue firme nos ramos e faça aquele movimento para cima e para baixo até arrancar a mandioca. Não mal comparando, é do tipo trem de manobra: para adiante e para trás, para cima e para baixo…

Importante: não te esqueças de capinar a lavoura.”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: