Análise do Discurso

Nos estudos do texto (oral ou escrito), a ciência avançou muito nas últimas décadas, destacando-se duas correntes: a anglo-saxônica e a francesa.

Na vertente anglo-saxônica, fala-se numa Lingüística do Texto (Textwissenshaft) e, na francesa, Análise do Discurso. Há necessidade de um referencial teórico para uma análise dos diversos tipos de discursos, como o político, o religioso, o jornalístico, etc.

Pode-se dizer que na Lingüística do Texto a abordagem é uma extensão da análise da frase nos seus aspectos macro e microestrurais, ou seja, das  suas estruturas superficiais e profundas. (Esses conceitos estruturais são de Chomsky).

A Análise do Discurso de linha francesa tem origem  em autores marxistas e se preocupa em analisar, entre outros aspectos, os efeitos de sentido do discurso. No meio político, pode-se encontrar farto material para análise em ambas as tendências teóricas.

Na UFSM, eu trabalhei com a Análise do Discurso anglo-saxônica aplicada a notícia de jornal. É muito interessante perceber como os jornalistas manipulam as estruturas do discurso jornalístico.  Se, no futebol, o pênalti é tão relevante que deveria ser batido pelo presidente do clube, na notícia de jornal, a manchete, por mitigar ou destacar as ações negativas de um ator social, por exemplo, exige atenção especial do editor.

Não existe discurso neutro e cada edição de um jornal deve ser “bem pensada” até na concessão de espaço à fala de quem é notícia. Nos  eventos sociais, as autoridades (governamentais e policiais), em geral, ocupam os maiores espaços.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: