De fundamento

Eu não gosto de me gabar, mas o meu torrão natal, Cachoeira do Sul, é terra de gente especial, de primeira, além de ser rico na pecuária e na agricultura. Se eu disser que é a terra do cabo Toco, nem carecia falar mais nada.

Aqui na região central do Estado, quase tudo é cria de Cachoeira: Restinga Seca, Agudo, Dona Francisca, Paraíso do Sul, etc. E quase todos bebem da mesma água do Jacuí.

Existem cachoeirenses-do-sul desgarrados por todo esse país, povoando regiões longícuas, mas não se esquecem dos costumes e das tradições gaúchas e, em especial, das belezas da Princesa do Jacuí.

É a terra do valente Borges do Canto que, com meia dúzia de índios, empurrou, a patas de cavalo e lanças, os castelhanos para o outro lado do rio Uruguai. (Ele teve o azar de morrer no Uruguai, as más línguas diziam que estava roubando gado).

Mas era gente boa, cachoeirense de fundamento, à coragem dele o Rio Grande deve três quartos do seu território.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: