Intervenção militar?

Eu sou defensor da democracia. Por mais frágil que ela seja, será sempre melhor que qualquer ditadura, até no combate à corrupção.

A república brasileira foi, desde o início, marcada por golpes militares e ditaduras. Como exemplos mais próximos, Getúlio Vargas foi ditador e acabou se suicidando, Jango sofreu o golpe e se exilou no Uruguai,

Nem Getúlio, nem Jango, no entanto,  quiseram o derramamento de sangue do povo brasileiro, não se defenderam à mão armada. Mas os que hoje pedem intervenção militar talvez não pensem que pode haver resistência.

O Brasil tem um papel muito importante no cenário internacional, principalmente como exportador de commodities, tendendo a ser, cada vez mais, o celeiro do mundo, ninguém possui mais terras agriculturáveis do que nós.

Essa magnitude territorial e de riquezas desperta o interesse de muitos países importadores de cereais, por exemplo. Hoje, não temos mais a Cuba revolucionária de antes – como ressaltou um general do Clube Militar – mas há uma China militarmente poderosa e faminta por soja.

Não queremos que o Brasil se torne um novo Vietnã e me parece que os militares já avaliaram esse risco. É melhor que nós, brasileiros, saibamos resolver nossos problemas interna e democraticamente.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: