Semana Farrouplha

Neste ano, não vamos ter, nas ruas, aquelas comemorações tradicionais de 20 de Setembro porque o gaúcho e o cavalo são inseparáveis. Logo na ausência de um – o cavalo – o outro não desfila.

O gaúcho é o Centauro dos Pampas e, nesta semana, sou obrigado a me lembrar do Veríssimo, um campeiro que passava o dia no lombo do cavalo e não “sabia” andar a pé. Caminhava com as pernas abertas e todo estropiado como galo velho.

Ao meio dia, chegava do campo para almoçar, amarrava o cavalo num cinamomo em frente do rancho e andava até a cozinha. Ao longe, ouvia-se o tilintar das chilenas batendo no chão.

O Rio Grande foi construído, desse jeito, por homens e cavalos, de coxilha em coxilha, parando rodeio e enfrentando tempo feio.É por isso que o gaúcho tem essa alma rude, temperada em fogo de chão, mas capaz de amar alguma china e de pelear pelos pagos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: