Guerras Santas

Guerras Santas sempre existiram e em qialquer época e lugar. Uma das mais famosas foi a das Cruzadas quando, em 1095, os ocidentais atacaram os turcos, que impediam o acesso dos cristãos à Palestina. Dessa vez os católicos foram derrotados.

Depois disso, com a Ordem dos Cavaleiros Templários, conseguiram vencer os turcos e dominar Jerusalém. Foi uma guerra devastadora, em que nem as crianças eram poupadas. Muitas vidas perdidas, sob a promessa de recompensas espirituais e reconhecimento da Igreja.

Hoje, há uma nova guerra santa da chamada Primavera Árabe, tendo, como principais protagonistas, os xiitas e sunitas. Ambas as facções são jihadists, empregam a luta  armada em defesa do islamismo.

O Estado Islâmico é considerado o mais radical e quer estabelecer um califado, estado governado segundo as leis do islã, por um sucessor de Maomé. O EI combate os apostadas, os hereges e todos os que se opõem aos preceitos estabelecidos pela suna (eles são sunitas).

Assim como seguimos a Cristo, eles são fiéis a Maomé, que também teria subido ao céu de corpo e alma. Nós temos a Bíblia e eles, o Alcorão, que são dois belos livros.

Infelizmente, nas religiões, há muita hipocrisia, como benzer novas armas que chegam no quartel ou até promover Guerras Santas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: