Curtindo a primavera

Aqui no Rio Grande, o tempo melhorou, é primavera e eu pude sair, finalmente, da beira do borralho. Fui dar umas gauderiadas e até visitei a minha irmã Dalva, que anda meio pesteada.

Achei-a buenacha de estado, comendo uma costela de ovelha e proseando mais animada. Disse a ela que temos de pelear até o fim, não podemos afrouxar o garrão de jeito nenhum.

Agora é tempo de pitanga, já combinei com a Patroa para, na próxima semana, irmos para o mato colher a frutinha, Eu sei que ela gosta.

Quando começamos a namorar – até parece que foi ontem! – nós íamos comer pitanga. Certo dia, ela levou um cagaço: uma jararaca desceu da pitangueira “passeando” pelo braço dela.

Tchê! A primavera, no Rio Grande, com céu azul e muito sol, dá vontade nos viventes de fazerem essas aventuras e muito mais: é época do cio, sendo justamente, nessa estação, que os campos, as matas, os rios e as cidades dos nossos pagos aumentam a população.

Como eu estava contando, ontem, para encerrar o domingo fui a uma praça, em Camobi, assistir à apresentação de uma banda. Lá, tomei chimarrão, proseei e, de lambuja, ganhei um CD. Vou me queixar de quê?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: