Acompanhamentos

O fato de eu ter recebido uma carta de Dom Ivo me proibindo de comungar (eufemismo) repercutiu e ainda repercute nos meios religiosos.

Naquela época. eu também fui um dos fundadores, juntamente com o Professor Schuch, da Associação Esperantista de Santa Maria, já extinta. Então o pastor de uma Igreja Evangélica “botou a boca no trombone” protestando e dizendo que aquilo era obra do demônio.

Agora, acontece outro fenômeno: todas as mulheres que me visitam sentem dor no joelho ou atrasam a menstruação. Segundo dizem os especialistas, é porque eu estou obsediado, acompanhado de entidades inferiores.

Noutro dia, um amigo chegou aqui em casa e, ao sair, disse-me: “Fique na sombra”. Entendi a linguagem cifrada: sombra, em latim, é umbra – daí veio a palavra umbral, para os espíritas.

Mas parece que há uma unanimidade: a única coisa boa que me acompanha é o meu cartão de crédito Visa, que tem um limite razoável.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: