A esperança (ainda) está em Deus

Na manhã seguinte a uma espécie de tornado que se abateu sobre Santa Maria, eu fui a um dos meus médicos e o encontrei muito agitado, tentando falar com alguém ao telefone. Depois, voltou-se para mim e disse: “O temporal arrancou dois cinamomos antigos e derrubou eucaliptos sobre minha casa na fazenda (de 1600 hectares). Que Deus nos proteja, aonde vamos parar com isso?”

No mesmo dia, ouvi uma entrevista de um desabrigado, cuja tempestade havia destruído seu barraco. O granizo perfurou  todo o frágil telhado de amianto, acabando com tudo o que tinha em casa.

Embora desolado com a tragédia, aquele pobre homem possuia uma esperança: que Deus lhe desse força para recuperar o que havia perdido.” Assim, eram as esperanças do médico,que perdera pouco do seu vasto patrimônio, e do desempregado, que  ficou sem o pouco que usava para sobrevier.

Em ambas as situações, a esperança estava em Deus, sem dúvida, a quem costumamos recorrer quando nos sentimos impotentes diante das forças da natureza.

No entanto, antes disso, precisamos cuidar mais do nosso planeta, preservando a natureza de quem dependem todas as formas de vida sobre a Terra.

Assim, Deus também nos ajudará!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: