República Rio-grandense?

De olharmos o mapa da América do Sul, vamos verificar que a parte espanhola se dividiu em várias repúblicas, enquanto o Brasil se manteve unido nessa imensidão territorial. Muitos fatores contribuíram para isso, inclusive a construção da estrada de ferro que nos uniu ao centro do país.
Já houve essa tentativa de fragmentação do território brasileiro com a criação da República Rio-grandense pelos Farroupilhas, aqui no extremo sul. Santa Catarina também queria tornar-se independente.
Naquele tempo, o Rio Grande se ligava mais à Europa pelo porto de Buenos Aires do que via centro do país. Talvez esse foi um dos motivos de o General Rosas, da Argentina, ter interesse em ajudar os Farroupilhas.
Se houvesse a possibilidade de tornar o Rio Grande uma nova república, eu seria contra. O Brasil é um país muito rico em diversidade e isso pode torná-lo protagonista no contexto das grandes potências mundiais.
Além disso, essa independência não seria pacífica como não foi no passado. Perguntemos à Rússia, maior país do mundo, se quer a independência da Xexênia, aos Estados Unidos, do Havíi?
Outra coisa que eu não concordo é com golpe militar : querem entregar o “pepino” aos milicos de novo. Getúlio Vargas se suicidou, Jango renunciou, se houver o próximo, como será?A luta tem que ser pela consolidação da democracia, por uma democracia plena.
i

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: