Racismo e companhia

 

Pelo meu lado paterno, eu tenho origem afro-brasileira, por isso gosto de samba e cachaça, por exemplo. E de mulher loira, que é o meu ponto fraco. (Negrão sempre se dá bem com loira).

Mas sinto que  o racismo, o etnicismo, o xenofobismo e outras formas de discriminação estão cada vez mais presentes no mundo e até mesmo no nosso próprio lar. Infelizmente, o nazi-fascismo foi derrotado na Segunda Guerra Mundial, mas essa questão do racismo e companhia não  ficou nem resolvida, ao contrário, alastram-se. As ideologias não morrem e o racismo, como sempre, encontra  apoio nos partidos de extrema direita.

Se na Segunda Guerra, as vítimas foram os judeus, agora poderão ser os muçulmanos.  Nesse sentido, a eleição presidencial dos Estados Unidos preocupa.

Se o excêntrico Donald Trump for o vencedor, prometendo fechar as fronteiras aos muçulmanos, então o mundo conhecerá um novo Hitler.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: