Sopa de letras

 

Além das despesas diárias com alimentação, saúde, transporte, telefone, luz e água, um cidadão de classe média tem, como entrada do ano novo, uma sopa de letras bastante indigesta: IPVA, IPTU, INSS, IR, entre outros.

Há algumas variações nos períodos de cobrança dessas contas, como em Santiago, em que o IPTU começa em abril. O mais apressado de todos é o governo do Estado que, em dezembro,

Já está enviando cartinha ao cidadão, dizendi como ele poderá pagar o IPVA do ano seguinte.

Não restam dúvidas de que viver custa caro.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: