Bela,recatada,do lar

 

A  minha mãe não tinha a

Beleza requintada de  uma tulipa cultivada  nos jardins de Amsterdã, mas sim a singeleza dessas flores do campo que se criam do nada.

Com a sua simplicidade, encantou  meu pai, o único homem que amou na vida.Dessa união surgiram os rebentos,hoje fandangueiros,Delcio e Dalva.

Na condição de mulher do lar,fazia uma ambrosia como ninguém. Soube administrar o lar com carinho e sabedoria.

Com o presente texto homenageio a minha mãe e a todas as minhas amigas do Facebook, pela sublime experiência da maternidade.

Feliz Dia das Mães

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: